A Inversão Marxista


A Revolução Sexual (1936) (Die Sexualität im Kulturkampf no original alemão, publicado em inglês como Sexuality in the Culture Struggle) é um livro de Wilhelm Reich. O subtítulo é Para a Restruturação socialista dos Humanos.

.

Os marxistas culturais, exploram a nudez em suas publicações. Dessa forma,
entende-se que buscam criar uma base populista com princípios socialistas que agradam as
maiorias.
Os evangélicos e católicos têm sido sufocados por este espinho do pecado que vive
nas mentes poluídas dos que procuram o socialismo Fabiano que, segundo estudei, visa
trazer a revolução sexual (contra os conservadores).

Curiosamente, somos gratos ao ​ socialista ​ FHC, que na época da inauguração do
plano real, conseguiu através de empréstimos do FMI, igualar o valor do real com o dólar!
Convém lembrar que houveram diversos pensadores socialistas europeus que
promoveram o socialismo.
Para entender o que pensam, retirei o seguinte texto da ​ wikipedia​¹:
De acordo com Reich, o estado autoritário usa uma variedade de ferramentas
para suprimir as sexualidades naturais de seus cidadãos. Essas ferramentas
compreendem a visão de Reich de " moralismo conservador e negativo para o
sexo " e incluem:
1. a ideologia do casamento monogâmico vitalício, que Reich
chama de "casamento compulsivo";
2. a supressão da sexualidade infantil, que Reich cita como a causa
primária dos desejos sexuais não naturais e perversões mais
tarde na vida;
3. falta de educação sexual sincera ou liberdade sexual para
adolescentes;
4. a perseguição de sexualidades anormais, como
homossexualidade;
5. a ilegalidade do aborto;
6. casamento como instituição legalizada e ausência de motivo de
"incompatibilidade" para o divórcio.
O socialismo vai contra os princípios da Bíblia Sagrada!

 

Nossos filhos correm perigo!

 

 

¹ https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Revolu%C3%A7%C3%A3o_Sexual

Comentários