General Heleno coloca deputados em seu devido lugar durante sessão na Câmara


O ministro-chefe do GSI, general Augusto Heleno, disse nesta quarta (6) durante audiência na Câmara dos Deputados, que distorceram sua fala quando questionado sobre o AI-5.

.

O ministro-chefe do GSI, general Augusto Heleno, disse nesta quarta (6) durante audiência na Câmara dos Deputados, que distorceram sua fala quando questionado sobre o AI-5.

Já quase ao final da sessão, ao ser indagado pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP) , que acabará de chegar na câmara e estava totalmente desinformado do que se passará durante a sessão, contestou de forma quase criminosa o patriotismo do general. Discursando que na opinião dele, as opiniões do general Heleno, não representam as opiniões das forças armadas e que o general flerta com princípios autoritários e a ditadura militar.

Percebe-se nitidamente que quando se mexe com os princípios de uma pessoa de honra, a latente indignação de um homem de principios.

Indignado, o general Heleno citou o fato da presença tardia do deputado na sessão e que ele não teria feito esta pergunta se tivesse participado da mesma.

O general ainda pediu que o deputado consultasse as imagens da sessão, onde ele exaustivamente já havia respondido sobre as distorcidas opiniões do deputado.

Na sequência e em um gesto de retidão, o general ratificou o seu compromisso com as forças armadas brasileira, com o Brasil e com o governo atual.

Sua posição nacionalista perante a Amazônia e ainda mais sobre a importância dos povos indígenas para a soberania nacional, citou ainda alguns exemplos pontuais, onde as forças armadas na Amazônia são compostas por grande efetivo de nativos indígenas brasileiros e que estes efetivamente contribuem para a manutenção das nossas fronteiras.

É patente observar o caráter manipulador da esquerda que é capaz de relativizar os princípios e a intenção de um general de exercito que é praticamente um patrimônio brasileiro.

Quem conhece a missão e o trabalho do general Heleno, sabe que suas criticas nunca são voltadas aos povos indígenas e sim direcionados a ONGs e ideologias políticas que sequestram esta bandeira pra si, fantasiando-se de protetores dos interesses dos povos indígenas quando na verdade defendem interesses ocultos e contrários a soberania brasileira.

Assista o vídeo:

 
869 Visualizações